PEDRO BURMESTER – Schubert/ Schumann – CD – ONCPB

14,90 

1 / Franz Schubert: Piano Sonata In A Major D.959: Allegro
2 / Franz Schubert: Piano Sonata In A Major D.959: Andantino
3 / Franz Schubert: Piano Sonata In A Major D.959: Scherzo: Allegro Vivace
4 / Franz Schubert: Piano Sonata In A Major D.959: Rondo Allegretto
5 / Robert Schumann: Symphonic Etudes Op.13

Schubert e Schumann foram os compositores escolhidos, tal qual como no disco primordial, lançado no mercado em 1987. Por breves momentos parece que fica no ar a eterna pergunta: se pudéssemos começar tudo outra vez…

Schubert e Schumann novamente, é certo, mas não porque Pedro Burmester quisesse recomeçar tudo outra vez, ou tentar de novo, mas por questões afectivas de identificação com o repertório. Foi como regressar a casa, ao habitat natural, ao local que conhece desde a mais tenra idade. Mas foi, igualmente, com obras completamente novas no seu repertório, com um olhar em frente como quem aceita um novo desafio e sabe que nada será como antes. Desta feita lançou-se à maior sonata para piano de Schubert, a Sonata póstuma em Lá maior, D.959, e defrontou-se com uma expressão de sentimentos mais complexa e dilatada, que oscila por entre o desespero e a felicidade, entre a mais singela simplicidade e a maior solenidade.

Também no regresso a Schumann, Burmester escolheu um desafio de respeito. Os Estudos Sinfónicos ocupam um lugar de relevo na história da música, herdando de Beethoven a forma de escrever variações e lançando a Brahms o desafio de superar o intransponível. Pináculo de expressão da cor orquestral na escrita pianística, inexcedível nos contrastes de humor, no ímpeto virtuoso e no lirismo sonhador, os Estudos Sinfónicos são uma das obras com maior liberdade para um artista mostrar a sua individualidade e o que tem a dizer com a sua música.

As gravações decorreram em duas sessões na Casa da Música. Pedro Burmester estava absolutamente sozinho na Sala Suggia, na companhia do piano e dos microfones. Tocou cada uma das obras umas três vezes. Ouviu-se, depois, séria e atentamente. Esboçou um sorriso, como quem reconhece um rosto familiar. Poderia ter ficado interminavelmente à procura da inalcançável perfeição que sempre anseia, mas não quis. Encontrou-se de novo.

Rui Pereira / ONC Produções Culturais

Partilhe este artigo
Peso
150 g

Avaliações

Ainda não existem avaliações.

Apenas clientes com sessão iniciada que compraram este produto podem deixar opinião.

REF: ONCPB Categoria: Etiqueta:
Partilhe este artigo